Marketing Digital: o que é, quais exemplos e vantagens.

Tempo de leitura: 21 minutos


A princípio, é difícil imaginar um mundo sem acesso à internet e muito menos sem o Marketing Digital para os negócios. Com mais de 4,5 bilhões de usuários ativos em todo o mundo, a internet se tornou o principal veículo de compartilhamento, negócios e propagação de informações, sejam atualizações sobre notícias, sobre ciência e política ou entretenimento entre familiares e amigos.

E foi à partir desta transição para o mundo online que mudou a maneira como as empresas promovem seus produtos e serviços. Do mesmo modo, o campo do marketing passou a girar em torno da internet, sendo criados os sites e blogs, as mídias sociais e os anúncios online, em grande parte substituindo o antigo padrão de Marketing de outdoors, ligações e anúncios impressos.

Sendo assim, neste artigo vamos conhecer melhor o que é marketing digital e como você pode aproveitá-lo para promover sua marca. Além disso, vamos analisar os diferentes tipos de marketing digital para que você possa colocar em prática e beneficiar o seu negócio.

O que é marketing digital?

O que é Marketing Digital?

Primeiramente, saiba que o marketing digital são estratégias e ferramentas usadas por meio de canais digitais para promover um produto ou serviço. É feito uma abordagem através destes canais

O objetivo dessa abordagem é conectar-se com os clientes online e atrair novos negócios, desenvolver a identidade da sua marca e criar assim novos relacionamentos. Ou seja, uma ferramenta mais que necessária para alavancar seus negócios nos dias de hoje.

Vale ressaltar que o marketing digital é um campo amplo, simplesmente porque existem muitos canais online ao nosso alcance.  

E publicar nas redes sociais é uma destas formas de marketing digital, bem como o marketing por e-mail ou mesmo através de sites e blogs. O conteúdo promocional nessas várias redes forma uma estratégia de marketing de sucesso. Afinal, devemos ir onde o público está.

Vantagens do marketing digital

O Marketing Digital oferece inúmeras vantagens à todas as empresas, sendo elas grandes organizações internacionais, pequenas empresas ou mesmo lojas físicas.

Veja abaixo algumas das maneiras pelas quais o marketing digital pode alavancar sua empresa:

  • Envolvendo clientes em potencial e gerando leads.
  • Colocar sua marca em destaque na internet, fazendo dela uma marca reconhecida.
  • Monitorar em detalhes seus resultados
  • Ser autoridade em seu nicho
  • Poder competir com empresas maiores
  • Fortalecer e fidelizar o relacionamento com os clientes.
  • Orientar os clientes pelo funil de marketing, até que se concretize a venda.

Exemplos de marketing digital

Já sabemos que o marketing digital não é uma ferramenta única, mas sim a soma de vários elementos. Mas, por onde começar?

Os exemplos mais comuns de marketing digital incluem:

  • SEO
  • Marketing de conteúdo
  • E-mail Marketing
  • Marketing afiliado
  • PPC (pagamento por cliques)
  • Publicidade nativa
  • Marketing de influência
  • Marketing de Redes sociais
  • Automação de marketing
  • Relações públicas online
  • Marketing móvel
  • CRO

Apesar dos diferentes tipos de marketing, lembre-se de que você não precisa implementar todas as práticas. Entretanto, é importante que você se familiarize com eles para definir quais métodos irá usar ​​em sua própria estratégia de marketing.

Enfim, vamos entendê-los melhor?

Quer ser um empreendedor Online de sucesso? Então, Clique Aqui para receber um bônus incrível e começar logo.

SEO (Otimização de mecanismos de pesquisa)

O SEO é um elemento fundamental do marketing digital, pois otimiza seu site para obter uma classificação mais elevada nos resultados de pesquisas.

SEO é a otimização de mecanismos de pesquisa

Quando seu site aparece no topo como resultado principal no Google e em outros mecanismos de pesquisa, é mais provável que as pessoas cliquem em seu link, conheçam sua marca e talvez até mesmo se tornem clientes. Afinal, quem não quer estar nas primeiras posições da busca orgânica do Google? 

Para que isso se torne real, existem os fatores de rankeamento. De modo geral, estão divididos nestes 3 grupos:

  • O SEO on page: são aqueles itens que envolve a otimização dentro das páginas do seu site através da realização de pesquisas de palavras-chave. Quando você incorpora palavras-chave estratégicas em todo o seu site, bem como nos títulos e subtítulos, em metas descrições, imagens e ou todo o conteúdo em geral, pode se ter uma alta classificação nas páginas de resultados do mecanismo de pesquisa, melhorando assim o tráfego orgânico.
  • SEO off page: é sobre como melhorar seu SEO em páginas externas ao seu site. Aumentar a relevância do site impulsionando a popularidade online. Uma boa estratégia são os Links de entrada para seu site, conhecidos como backlinks. Além disso, criar um relacionamento com outros sites pode ajudá-lo a ser autoridade no seu nicho e ser referência nas buscas no Google e outros mecanismos de pesquisa.
  • O SEO técnico: lida com os elementos de back-end do seu site, como codificação, dados estruturados, compressão de imagens e muito mais. A otimização desses elementos pode tornar mais fácil para os mecanismos de pesquisa “ler” seu site e melhorar a velocidade da página. Assim como o SEO on page, o SEO técnico está relacionado a estrutura interna dentro das suas páginas.

Marketing de conteúdo

Intimamente ligado ao SEO, também é um componente central do marketing digital. Ele é uma estratégia que atrai clientes por meio da criação e promoção de conteúdo relevante (artigos, vídeos, e-books, posts em redes sociais) com o objetivo de tornar a marca conhecida e aumentar o tráfego para o seu site/blog, gerar leads e converter potenciais clientes.

O conteúdo que você cria pode assumir várias formas. Por exemplo:

  • Blog: o blog é o lar do Marketing de conteúdo. Por isso, quando for criar seus artigos use palavras-chave estratégicas de cauda longa, pois é uma excelente forma de trazer tráfego para seu site e envolver seus clientes.
  • Podcasts: é mais uma ferramenta útil para fortalecer sua conexão com o usuário, podendo se destacar frente aos seus concorrentes. Tente redirecionar o conteúdo existente do site, como artigos do blog, e transformá-lo em áudio.
  • E-books : é uma forma de adicionar conteúdo detalhado e extenso ao seu site. Você também pode oferecer esse conteúdo para download em troca das informações de contato (e-mail, telefone, etc.) de seus leitores, ajudando a gerar leads.
  • Infográficos: além de ser outra maneira de conteúdo visual, são também uma forma divertida e útil de tornar as informações mais fáceis para os leitores. Explicações e estatísticas complexas são em particular adequadas para este formato de conteúdo.
  • Vídeos: Adicionar vídeos ao seu site/blog é uma forma de fornecer informações valiosas ao seu público e torna-los seguidores do seu conteúdo.
  • Webinars: uma fusão de “web” e “seminário”, os webinars por envolverem ainda mais seu público, estabelecem mais sua autoridade e encantam os clientes com o valor extra que eles fornecem.

Enfim, entenda que independente do formato de conteúdo que você escolher, é melhor se concentrar no que seja relevante para o seu público, pois ajudará a impulsionar o SEO do seu site.

 E-mail marketing

Certamente, você já ouviu falar em e-mail marketing ou até mesmo o utilizou. Provavelmente, você tem e-mails de marca, cursos, promoções na sua caixa de entrada agora.

Pois bem, saiba que e esta estratégia de marketing digital desenvolve a comunicação com seu público-alvo via e-mail com o objetivo de melhorar o engajamento, compartilhar conteúdos, promover produtos e gerar conversões e vendas.

De modo geral, há quatro tipos diferentes de e-mails marketing que você pode enviar para seu público em potencial e clientes. Veja abaixo:

  • As campanhas de e-mail: as campanhas existem para a promoção de produtos, sejam físicos ou digitais, fornecer ofertas especiais ou cupons e encorajar as pessoas a se inscreverem em um produto ou serviço.
  • Os boletins informativos por e-mail (Newsletters): enviados de forma consistente para fornecer aos assinantes atualizações regulares, como novos artigos em blogs, notícias do setor ou eventos futuros.
  • E-mails marketing automatizados: enviados no automático com base em gatilhos predefinidos e incluem e-mails de boas-vindas, e-mails de avisos, de aniversário e e-mails de promoções.
  • E-mails transacionais: automatizados incluem confirmações automáticas de pedidos, atualizações sobre status das compras, envios e lembretes de compromissos.

Marketing de afiliados

Marketing de afiliados

O marketing de afiliados é uma forma de marketing digital em que uma parte, como um influenciador ou afiliado, recebe uma comissão pela promoção de produtos ou serviços de outra pessoa.

Em suma, é fornecido ao afiliado um link especial, que direcionará o cliente até a página de compra de seu produto. O afiliado, por sua vez, postará sobre aquele produto (geralmente em seu blog ou páginas de mídia social), promovendo o link fornecido em seu conteúdo. Quando os usuários clicam nesse link e compram, o afiliado ganha uma comissão pela venda.

As marcas podem se conectar com afiliados usando plataformas como a Hotmart, Amazon, Monetizze, Eduzz, entre outras.

Ou seja, é uma excelente opção para a divulgação e reconhecimento do seu negócio.

Pagamento por clique (PPC)

Assim como o SEO, o PPC é um tipo de SEM (Search Engine Marketing).

Existem métodos de marketing digital, como blog, SEO e postagem em redes sociais que são orgânicos, ou seja, sem que haja um investimento alto para atrair atenção. Outras formas, no entanto, têm um preço.

Mas, existe uma forma particularmente poderosa de publicidade online paga, o PPC (Pagamento por cliques). Assim como o SEO, o PPC é um tipo de marketing de mecanismo de pesquisa. Se você já observou as postagens rotuladas como “Anúncio” na parte superior e inferior das páginas de pesquisa do Google, você já viu o PPC em ação.

A cada link clicado, o anunciante paga uma taxa. Tal como acontece com outras práticas de marketing digital, o objetivo do PPC é direcionar o tráfego para um site/blog com o intuito de gerar leads e fazer vendas.

Geralmente, o PPC é usado em mecanismos de pesquisa ou plataformas de mídia social. Por exemplo:

  • Google: O PPC é associado ao Google Ads . Aliás, é o mais procurado.
  • Facebook: Você pode fazer um  anuncio no Facebook criando postagens que lhe ajudará a alavancar seu alcance, expondo seu conteúdo a mais usuários que não o seguem.
  • LinkedIn: você também pode fazer PPC no LinkedIn , ajudando você a chegar ao público profissional.
  • Twitter: da mesma forma, você pode usar o Twitter Ads para atingir seu público-alvo e expandir seu alcance.

Publicidade nativa

Podemos dizer, em suma, que a publicidade nativa é uma estratégia que está presente onde há conteúdo e na forma de conteúdo.

Os anúncios nativos costumam aparecer em sites e exibem conteúdo com a mesma característica que aquele canal. Por exemplo: quando se coloca um vídeo incorporado em uma postagem em um blog ou como leitura recomendada na parte inferior da página.

O objetivo da publicidade nativa é conduzir os usuários até sua página. Sendo assim, se o conteúdo anunciado for altamente relevante, os usuários podem ser mais atraídos para clicar.

Marketing de influência

Bem semelhante ao marketing de afiliados, pois é promovido por uma pessoa influente, normalmente nas redes sociais ou em seu blog. Ao contrário dos afiliados, no entanto, os influenciadores são pagos pela empresa simplesmente pela promoção independentemente de as pessoas realmente comprarem o produto.

O marketing de influenciador é perfeito, pois ajuda as marcas a serem conhecidas por seguidores do influenciador parceiro. Quando esse influenciador tem a confiança de seus seguidores, eles têm o poder de influenciar as decisões de compra de seus fãs, recomendando um produto.

Basta apenas que o empreendedor faça parceria com influenciadores cujo público corresponda ao seu mercado-alvo. Por exemplo: uma empresa que vende roupas para atividades físicas se beneficiaria mais em ter parceria com atleta reconhecido ou um canal deste nicho com milhares de seguidores . Da mesma forma, uma empresa que vende cosméticos faria bem em buscar uma colaboração com um influenciador de beleza.

Marketing de redes sociais

Marketing de redes sociais

Outra forte estratégia de marketing digital é o marketing de redes sociais. Isso envolve a divulgação de sua marca em canais sociais, para que a mesma venha a ser reconhecida, direcionar o tráfego para seu site e fazer a captura de leads. Você pode fazer isso criando postagens em canais populares de mídia social, como:

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Pinterest
  • LinkedIn

Suas postagens podem incluir qualquer coisa, desde artigos de blog, a vídeos de seu produto em ação. Escolha os canais nos quais seu público alvo acessa mais para ter uma maior interação. 

Automação de marketing

Automação de marketing são exemplos de uma prática mais ampla de marketing digital. Ou seja, isso envolve a automação das tarefas básicas de marketing.

A intenção por trás dessa prática é agilizar as tarefas que se repetem que, de outra forma, seriam feitas manualmente, como e-mails transacionais, análise de dados, entre outros. Algumas tarefas que se beneficiam da automação incluem:

  • Confirmação de e-mail, e-mails de boas-vindas e agradecimento
  • Programação de postagem nas redes sociais
  • Bate-papo ao vivo
  • Análise de dados

A automação de marketing é uma forma necessária de construir relacionamentos com seus clientes enquanto mantém um fluxo de trabalho organizado e produtivo.

Relações públicas online

Como definido pela Public Relations Society of America, relações públicas, em essência é sobre influenciar, engajar e construir um relacionamento com as principais partes interessadas em inúmeras plataformas para moldar e enquadrar a percepção pública de uma organização.

Para que seu conteúdo e sua marca alcance as pessoas certas, além de uma estratégia sólida de marketing de conteúdo, você precisará também de uma estratégia que inclua atividades de Relações Públicas.

Relações Públicas também envolve monitorar a reputação da sua marca na web em geral. Por exemplo, você precisará se envolver através dos comentários em seu blog e postagens nas redes sociais para entender o que o público acha de sua marca e o que pode melhorar .

Marketing móvel

Devido ao grande acesso das pessoas na internet, por buscas de produtos e informações, é necessário tirar o máximo proveito de um dispositivo poderoso e que está nas mãos de milhares de pessoas: o smartphone. Aliás, saiba que o uso da Internet móvel compreende mais de 50% do tráfego online em todo o mundo.

O marketing móvel envolve a adaptação de práticas padrão de marketing digital para se adequar à experiência móvel. Isso inclui:

  • Otimizar a velocidade da sua página para celular: o Google usa a velocidade da página como um fator de classificação para pesquisas no celular e também no desktop. Além disso, os usuários são rápidos para navegar para fora de um site com um carregamento lento. Para melhorar a velocidade do seu site para celular, tente torna-lo mais leve, evitando colocar imagens pesadas e minimizando os redirecionamentos.
  • Design de site para celular: seu site é uma ferramenta de marketing necessária que representa sua marca, demonstra o que é seu produto ou serviço e persuade as pessoas a comprar. Como tal, a forma como aparece no celular desempenha um papel crucial na conversão ou não de seu público.
Marketing móvel
  • Criação de e-mails otimizados para celular: pesquisas mostram que o celular é responsável por quase metade de todos os e-mails lidos. Sabendo disso, é fundamental que suas campanhas de e-mail sejam projetadas para a tela do celular. Em suma, isso significa linhas de assunto curtas, texto conciso e um CTA claro e relevante.
  • Experimentar anúncios no aplicativo: não limite seus anúncios a sites e mecanismos de pesquisa. Anunciar em aplicativos móveis relevantes também é uma prática valiosa que pode expandir seu alcance ainda mais.

Otimização da taxa de conversão (CRO)

Se precisarmos resumir os objetivos do marketing digital, diríamos que é sobre trazer tráfego para seu site e aumentar as conversões. Este último componente, chamado de otimização da taxa de conversão, requer o design do seu site com uma compreensão da maneira como os usuários interagem com ele.

Ou seja, você precisará levar em consideração como os usuários navegam em seu site, quais ações eles realizam e o que os orienta para, ou os impede de, atingir seus objetivos. As ferramentas e análises de rastreamento podem fornecer dados quantitativos sobre as maneiras como os usuários se envolvem com seu site, ajudando você a orientá-los sem problemas pelo funil de vendas.

Por que o marketing digital é tão necessário?

Em síntese, o marketing digital é um conceito abrangente que cobre inúmeras práticas e usa uma ampla gama de canais online. Implícito a esses diferentes elementos, no entanto, está um tema comum: a capacidade de tirar proveito do enorme mercado de clientes em potencial online.

Quer você queira fazer seu blog crescer, anunciar no Google ou mesmo criar uma Newsletter, o objetivo final é trazer mais tráfego para seu site, erguer conexões mais fortes com seus clientes. No entanto, pra que isso aconteça é preciso além de criar conteúdo relevante, é preciso acompanhar e medir seus resultados. Isso não apenas o ajudará a alcançar mais clientes a curto prazo, mas também a construir uma estratégia sustentável de longo prazo para melhorias e crescimento futuro.

Para lhe auxiliar, vou finalizar trazendo dicas para facilitar sua jornada no Marketing digital. Aproveite!

Cursos de Marketing Digital

Fazer um curso de Marketing Digital é uma boa opção para se tornar um profissional na área. Como vimos, a cada dia o Marketing Digital é um aliado para quem deseja se destacar e alcançar ganhos altos dentro do seu nicho. Da mesma forma, com a enorme expansão que aconteceu, a busca por profissionais qualificados na área vem crescendo a cada dia. E se tiver interesse em ser este profissional é importante que se prepare para ter sucesso.

Para isso, a melhor forma é se capacitar. E para lhe ajudar, trouxemos algumas dicas de cursos que fizemos e aprovamos.

 Como Ser Afiliado e Vender na Internet (Curso GRÁTIS)

Curso rápido e excelente para quem deseja ser um afiliado de sucesso. Além disso, lhe ensinará a vender na internet, ou mesmo se já é um afiliado, aumentar cada vez mais suas vendas. Clique Aqui!

Método Resultado

O Único Método, Passo a Passo, para Ter Resultados Rápidos na Internet como Afiliado. Treinamento 100% Focado em Geração de Renda Rápida Online. Clique Aqui!

Como Montar um Negócio à Prova de Crises (Webinário)

Neste Webinário você vai descobrir tudo o que precisa fazer para montar um Negócio Online do Zero.

Entre para se inscrever e garantir sua vaga. Clique Aqui!

Formula Negócio online

Fórmula Negócio Online

Primeiramente, gosto de enfatizar que o FNO é um curso completo, usando um método único e simples para você criar seu negócio 100% do zero. E o melhor, é que você não precisa ter nenhuma experiência na área, pois o curso possui uma infinidade de aulas para lhe preparar.

E posso falar por opinião própria, afinal foi através deste curso que comecei a ter minha liberdade financeira. Além disso, o curso conta com vários bônus, que com certeza, lhe ajudarão nesta trajetória.

Já São Mais de 210 Mil Alunos Que Estão Comprovando os Resultados do Treinamento Fórmula Negócio Online. Quer saber mais? Clique Aqui!

Livros de Marketing Digital

Vou deixar aqui 3 indicações de livros que me ajudaram muito neste caminho. Mas, temos um artigo aqui no blog com 20 indicações de livros além destes abaixo. Clique aqui!

1-Marketing 4.0

Sem dúvidas, este livro reafirma mais uma vez porque Philip Kotler é considerado o pai do marketing moderno.

Aliás, ele é um daqueles livros que ensinam que, para alcançar o sucesso em um ambiente tão mutável, complexo e competitivo, o marketing deve guiar o consumidor ao longo de uma jornada que começa na apresentação e assimilação da marca e termina na fidelização total.

“Ninguém mais qualificado que o pai do marketing para documentar as enormes mudanças que estão ocorrendo. O futuro do marketing é digital, e este é seu guia.” – Al Ries, coautor de Marketing de guerra e Posicionamento

2-Copywriting – Volume 1

Este é um livro sobre O Método de Escrita Centenário Mais Cobiçado do Mercado Americano.

E a proposta de Paulo Maccedo é essa: Mostrar como aumentar o poder de comunicação e ensinar a desenvolver discursos altamente persuasivos e vendedores.

O autor conseguiu colocar nele boa parte dos seus estudos sobre o tema e tornou o conteúdo único.

Enfim, se você ler o livro da primeira à última página, aprenderá a pensar como copywriter. Assim, não ficará mais refém de gurus de marketing e nem precisará consultar uma planilha com gatilhos mentais toda vez que tiver que escrever um texto de vendas. Isso tudo torna o livro diferente da maioria dos livros sobre o tema lançados em português até hoje. Ou seja, você precisa conferir isso!

3-Do Mil ao Milhão. Sem Cortar o Cafezinho

Em seu primeiro livro, Thiago Nigro, criador da plataforma O Primo Rico, ensina aos leitores os três pilares para atingir a independência financeira: gastar bem, investir melhor e ganhar mais. Acima de tudo, por meio de dados e de sua própria experiência como investidor e assessor, Nigro mostra que a riqueza é possível para todos – basta estar disposto a aprender e se dedicar. Afinal, existe oportunidade pra todos.

Conclusão

Em suma, O Marketing Digital auxilia os negócios, e é inevitável que ele faça parte das empresas hoje em dia. Ferramentas não lhe faltam para trabalhar ao lado deste recurso. Ou seja, aproveite este conteúdo trazido, quer seja para seu negócio ou para trabalhar nesta área. Acima de tudo, nunca pare de buscar por conhecimento sobre o mercado digital.

Afinal, conhecimento nunca atrapalha e nem é demais. Valeu Forasteiro!

2 Comentários


  1. Olá Aline, obrigado. Continue nos acompanhado sempre temos novidade…Forte Abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *